Deixe um comentário

O Amor é para os Raros

image

“Amar é um risco assumido por aqueles que não temem os cortes de novas feridas. É o salto dado pelos loucos que não se preocupam com o trapézio sem rede, apenas se jogam na cega confiança de que o outro irá apará-los. E, se sentido a dureza da decepção, num outro caminho reúne coragem suficiente para um novo voo, onde o abraço esperado é capaz de colar todos os cacos do coração. O Amor por si só é uma loucura. E, sendo assim, não responde à Razão. Tem pernas próprias. Aquele que tenta racionalizar o sentimento acaba por aguar o bom dele, o intempestivo temperamento de bater na casa do ser amado às três e meia da manhã dizendo que apenas sentiu saudade. O mais importante diante do arame farpado capaz de decepar expectativas é crer que a passagem é exata. Não pode haver a pretensão de passar incólume, já que o Amor transforma a qualquer ser que toque, mas saber que é necessário encarar o risco. O Amor é para os Raros, aqueles que acreditam no abraço do lado de lá. Aqueles que não temem o perigo de amar.”

Gustavo Lacombe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: