Deixe um comentário

Conta comigo!

image

“Eu não sou a sua resposta. Eu não vou resolver os seus problemas. Eu não sou perfeito. Eu não tenho beleza de cinema para te inspirar. Eu não tenho dinheiro o bastante nem para mim. Eu não viajei o mundo ainda. Eu não sei cozinhar direito. Eu tenho tantos defeitos. Mas, conta comigo. Eu posso te ajudar. Vamos descobrir como. Eu não sei nem por onde começar, mas se um dia você precisar de uma opinião, de um sim ou não, comigo você vai poder contar.

Eu não sei direito do que você precisa. Não sei se me encaixo na sua necessidade ou se preencho suas preferidas qualidades, mas eu sou um grande persistente.

Vou te contar, houve uma vez que me frustrei tanto porque ela não queria a minha ajuda. Ela preferiu se calar alegando me poupar. Não queria me dar mais problemas para carregar. Mas eu fiquei muito triste com isso tudo, poxa, eu só queria ajudar nem que fosse sem falar nada.

E não é só falando que a gente ajuda.

Eu não quero dizer se você está certa ou errada, a menos que me peça para opinar. Eu não quero te fazer acreditar nas minhas verdades, pois isso tudo é coisa que você tem capacidade até melhor que eu de descobrir, mas eu posso te ajudar no que você precisar.

Não quero te ensinar a viver, quero te falar que a vida é assim mesmo e existem fases que a gente só vai perder. Quero te somar na sabedoria de reconhecer a vida. E também quero te falar que não há vergonha em sentir que não consegue superar, depois as coisas se acalmam e a gente volta a ganhar.

Nós não sabemos e nem precisamos saber de tudo. E não é todo dia que sentimos vontade de dar risada. Inclusive tem dias que até o cabelo acorda de mal com a vida. E aí saímos de casa com vontade de ficar. Vamos trabalhar com vontade de faltar. Respondemos e-mails com vontade de ignorar. Essas são coisas que acontecem com você, comigo e com todo o mundo.

Como eu disse, eu não sou a sua resposta. Já me custa tanto ter que lidar com a minha ansiedade em ter as minhas, seria demais aceitar a responsabilidade de encontrar as suas. Mas, se você quiser, nós podemos procurar juntos.

Eu não sei se meu conselho vai te fazer ter o seu aumento. Também não sei se meu elogio vai fazer o seu dia ficar melhor. Não sei se te fazer saber que existe alguém com saudade de você e que esse alguém sou eu, vai te fazer algum bem.

Eu não sei os caminhos, mas posso te ajudar a chegar lá. Não sei de que maneira, nem sequer por onde começar. Por outro lado, sei que falando com tanta incerteza posso parecer tudo, menos alguém que pode te ajudar. Mas isso é só para te falar que o pouco que sei com o que você sabe pode somar no muito que podemos viver.

Se eu soubesse das respostas, daria as minhas para você. Os problemas que te incomodam também vêm me visitar. Mas, sei lá, conta comigo. Conta comigo para te estender a mão quando precisar. Conta comigo para ser quem te envia links para te entreter, ainda que você não ache graça depois de clicar.”

(desconheço o autor)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: