Deixe um comentário

Onze Minutos

image

“ERA UMA VEZ UM PÁSSARO. ADORNADO COM UM PAR DE ASAS PERFEITAS E PLUMAS RELUZENTES, COLORIDAS E MARAVILHOSAS. ENFIM, UM ANIMAL FEITO PARA VOAR LIVRE E SOLTO NO CÉU, E ALEGRAR QUEM O OBSERVASSE.

UM DIA, UMA MULHER VIU O PÁSSARO E APAIXONOU-SE POR ELE. FICOU A OLHAR O SEU VOO COM A BOCA ABERTA DE ESPANTO, O CORAÇÃO BATENDO MAIS RAPIDAMENTE, OS OLHOS BRILHANDO DE EMOÇÃO. CONVIDOU-O PARA VOAR COM ELA, E OS DOIS VIAJARAM PELO CÉU EM COMPLETA HARMONIA. ELA ADMIRAVA, VENERAVA, CELEBRAVA O PÁSSARO.

MAS ENTÃO PENSOU: TALVEZ ELE QUEIRA CONHECER ALGUMAS MONTANHAS DISTANTES! E A MULHER SENTIU MEDO. MEDO DE NUNCA MAIS SENTIR AQUILO COM OUTRO PÁSSARO. E SENTIU INVEJA, INVEJA DA CAPACIDADE DE VOAR DO PÁSSARO.

E SENTIU-SE SOZINHA.

E PENSOU: – VOU MONTAR UMA ARMADILHA. DA PRÓXIMA VEZ QUE O PÁSSARO SURGIR, ELE NÃO PARTIRÁ MAIS.

O PÁSSARO QUE TAMBÉM ESTAVA APAIXONADO, VOLTOU NO DIA SEGUINTE, CAIU NA ARMADILHA, E FOI PRESO NA GAIOLA.

TODOS OS DIAS ELA OLHAVA O PÁSSARO. ALI ESTAVA O OBJECTO DA SUA PAIXÃO, E ELA MOSTRAVA-O ÀS SUAS AMIGAS, QUE COMENTAVAM: ‘MAS TU ÉS UMA PESSOA QUE TEM TUDO’. ENTRETANTO, UMA ESTRANHA TRANSFORMAÇÃO COMEÇOU A PROCESSAR-SE: COMO TINHA O PÁSSARO, E JÁ NÃO PRECISAVA DE O CONQUISTAR, FOI PERDENDO O INTERESSE. O PÁSSARO, SEM PODER VOAR E EXPRIMIR O SENTIDO DA SUA VIDA, FOI DEFINHANDO, PERDENDO O BRILHO, FICOU FEIO – E A MULHER JÁ NÃO LHE PRESTAVA ATENÇÃO, APENAS PRESTAVA ATENÇÃO À MANEIRA COMO O ALIMENTAVA E COMO CUIDAVA DA SUA GAIOLA.

UM BELO DIA, O PÁSSARO MORREU. ELA FICOU PROFUNDAMENTE TRISTE, E PASSAVA A VIDA A PENSAR NELE. MAS NÃO SE LEMBRAVA DA GAIOLA, RECORDAVA APENAS O DIA EM QUE O VIRA PELA PRIMEIRA VEZ, VOANDO CONTENTE ENTRE AS NUVENS.

SE ELA SE OBSERVASSE A SI MESMA, DESCOBRIRIA QUE AQUILO QUE A EMOCIONAVA TANTO NO PÁSSARO ERA A SUA LIBERDADE, A ENERGIA DAS ASAS EM MOVIMENTO, NÃO O SEU CORPO FÍSICO.

SEM O PÁSSARO, A SUA VIDA TAMBÉM PERDEU SENTIDO, E A MORTE VEIO BATER À SUA PORTA. ‘POR QUE VIESTE?’ – PERGUNTOU À MORTE.

– PARA QUE POSSAS VOAR DE NOVO COM ELE NOS CÉUS – RESPONDEU A MORTE – SE O TIVESSE DEIXADO PARTIR E VOLTAR SEMPRE, VOCÊ O AMARIA E O ADMIRARIA AINDA MAIS; PORÉM AGORA VOCÊ PRECISA DE MIM PARA PODER ENCONTRÁ-LO DE NOVO.”

PAULO COELHO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: