Arquivo | junho 2015

Você está navegando os arquivos do site por data.

Deus me livre de ser normal

“Lendo uma entrevista do professor Hermógenes, 86 anos, considerado o fundador da ioga no Brasil, ouvi uma palavra inventada por ele que me pareceu muito procedente: ele disse que o ser humano está sofrendo denormose, a doença de ser normal. Todo mundo quer se encaixar num padrão. Só que o padrão propagado não é exatamente […]

Não tenho medo da morte. Mas tenho medo de viver como se estivesse morta.

“Não tenho medo do escuro, nem de gente e muito menos da solidão. Não me amedronta pensar em adoecer, ou que terei que mudar de país, de vida, de rumo. Não tenho medo da morte, da fome, do desemprego, de ser esquecida. Não temo a insegurança do amanhã, nem o futuro da humanidade. A única […]

Eu faço!

“Sou o que sou, porque vivo da minha maneira. Você procurando respostas olhando pro espaço, e eu tão ocupada vivendo. Eu não me pergunto, eu faço!”

Que Sorte A Nossa

Lá vou eu…

“E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, tentar acertar os passos.” Caio Fernando Abreu

Carta para um sincero amor que se foi

“Já deu mais pra nós. Nossos laços se afrouxaram, nossos passos andam cada vez mais distantes, teu sorriso virou ameaça pra mim e a minha barba te incomoda. O teu olhar tirou todas as certezas que eu tinha e agora me perco em dúvidas e me acumulo em dividas que pago com o tempo. A […]

O que é verdadeiro persiste

“Às vezes, abre mão e desiste, mas entende a diferença entre o que existe e o que meramente insiste. Dos sonhos a simples esquisitices – essas vontades fora de hora, vigora aquilo que no peito aflora. E, ainda que seja ignorado por ora, volta e meia se revolta e mostra que ainda resiste. Já tentou […]