Arquivo | fevereiro 2013

Você está navegando os arquivos do site por data.

Vê se aparece, Amor.

“Vê se aparece, amor. Chega bem quietinho, sem que eu perceba e me abraça devagar. Respira o meu perfume e diz que ele não deixou de ser o teu preferido. Sorri pra mim daquele jeito bonito, como quem diz: ‘Eu não aguentava mais tanta saudade’. Vê se aparece, amor. Segura minha mão enquanto andamos pela praça ou esperamos o sol se pôr. Diz aquelas coisas pra me provocar, me faça te bater e me acalma com um beijo, usando como desculpa que era a única forma de desfazer o meu bico cheio de manha. Diz, também, que […]

Pessoas…

”Eu tenho pensado nas pessoas que fazem abrigo no coração, pra eu morar. Naquelas que tecem milhares de sorrisos no meu rosto. Naquelas que constroem inúmeras certezas em cima do meu medo. Naquelas que falam bonito,depois de uma tempestade emocional desabar sobre o meu quintal. Naquelas que plantam pés de esperança, no vaso de entrada, pra […]

<3

“Ninguém nunca vai entender. Ninguém nunca vai saber de tudo sobre nós. Só a gente sabe o que sentimos um pelo outro. Para os outros é estranho essa nossa vontade de ter uma vida juntos, mas pra gente é algo muito evidente, temos certeza que queremos viver juntos. Ninguém nunca vai entender que o nosso […]

Calar?

“Tenho tanto medo das coisas que digo a alguém, que me flagro calado em horas que mereciam gritos, e gritando em horas que mereciam silêncio. Hoje, eu já não luto mais contra sentir, não sentir, eu aceito. Por mais força que eu faça, todo dia encontra o sol que sem dúvidas, dará lugar a lua. […]

Drummond

 “Lembre-se, somos apaixonáveis, somos sempre capazes  de amar muitas e muitas vezes, afinal de contas, nós somos o ‘Amor’.  Porque sou do tamanho daquilo que vejo e não do tamanho da minha altura.”   Carlos Drummond de Andrade

GRANDE

“Grande é o que eu sinto por você. Grande é a saudade. Grande é a vontade de te abraçar e de te olhar nos olhos. Grande é o prazer que tenho ao te ver sorrindo. Grande é a esperança de que logo vou poder segurar a tua mão. Grande é a alegria provocada em mim […]

Deixa explodir…

“Ela me olhava com aquela cara de quem já sabia o que iria acontecer. O buquê que eu a trouxe, agora dentro do vaso, perfumava o ambiente e parecia vesti-la com sorrisos. A cada olhar eu podia ouvir a saudade se dissolver em nossos corpos soltando um lamento. Ela sabia que nada mais poderia mais […]