Arquivo | novembro 2008

Você está navegando os arquivos do site por data.

Isso que é sabedoria!

Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou […]

Os novos anjos

Gabriel, Rafael, Miguel e  outros anjos… todos os nomes terminam com ‘el’. Com base nos escritos de estudiosos sérios, linguistas, teólogos e rabinos, novas tabelas de anjos foram reveladas. Sendo assim, veja abaixo as novas descobertas relativas aos estudos desses seres protetores.   NOVOS ANJOS:  Aluguel: anjo mau. Não deixa a pessoa conseguir sua casa […]

Quando a dor é maior – Rosemeire Zago

Dor! Dor da indiferença, do desprezo, do abandono, da perda. Com certeza são dores que fazem sangrar mais que qualquer ferida. Faz nos sentir sem valor, diminuídos, sem energia ou forças sequer para respirar, e o pior, faz nos sentir seres indignos de receber amor. Coloca ainda em risco nossa saúde mental, levando-nos muitas vezes […]

Oração de São Francisco

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde […]

Perguntas x Respostas

Felicidade

Que a felicidade não dependa do tempo.Nem da paisagem.Nem da sorte.Nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda a simplicidade.De dentro para fora. De cada um para todos. Que as pessoas saibam falar,calar. E acima de tudo ouvir. Que tenham um amor. Ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham um ideal.E tenham […]

Eu

  Eu sou cheia de sonhos, presa em fantasias. Não sou otimista, mas dou muitas alegrias. Sei consolar, basta me chamar. Mas também erro, porque tenho o direito a errar. E também perdôo, porque sei perdoar. E, acima de todas as dores… Sei amar!